25.8.14

Diário de viagem: Bienal SP 2014

Decidi contar sobre o meu dia 23, quando fui na Bienal do Livro de São Paulo.


Quando cheguei la, a fila estava imensa.ela praticamente dava a volta no Anhembi. Logo de cara você via várias pessoas com os símbolos dos livros da Cassandra Clare e várias meninas de coroa por causa da Kiera Cass, logo que vi meu lugar nessa file imensa eu desisti da minha senha e de ganhar os meus autógrafos, as editoras iriam distribuir 500 senhas, e pela quantidade de gente que eu vi la, tinham mais de 5 mil pessoas!
Então decidi ir tirar minha credencial, ja que iria deixar pra pegar ela depois, com o tamanho da fila vi que daria tempo. Segundo o e-mail que recebi, eu apenas precisava ir até a portaria e apresentar meu documento original com foto, o que eu entendi ser meu RG. Mas chegando la, o moço que dava as instruções falou que eu precisava colocar o número do meu CPF (sendo muito estupido e grosso comigo por sinal.), e como eu não lembrava fiquei sem a minha credencial, então voltei pro lugar da fila onde meu namorado estava..
Cheguei la as 9:30 da manhã e fiquei naquela fila imensa, quando o portão abriu, eu e várias pessoas fomos relocados para outra fila imensa dentro do pavilhão, e quando eu finalmente entrei no evento já eram mais de 11:00 hrs. Fiquei com dó de um garoto que estava bem mais pra trás de mim na fila, ele estava contando que veio do Acre pra conseguir autógrafo da Cassandra, se eu não consegui, imagina ele?
O lugar estava insulportávelmente lotado, era impossível andar, os estandes da Intrínseca, da Rocco, da Novo Século e da Saraiva estavam IMPOSSÍVEIS de entrar, tinham filas que rodavam o estande 3 vezes, só para entrar! Alíás, o que você mais vai ver na bienal, alem dos livros, são filas. Filas para o banheiro, fila pra comer, fila pra entrar em estandes...
Lindos, se vocês estão indo na Bienal porque acham que vai estar tudo barato, desculpe decepcionar vocês, mas tem livro que chega a estar mais caro do que na própria livraria, por isso pesquisem e levem uma tabelinha de preços, pra ver se realmente vale a pena, por isso comprei poucos livros, bem poucos mesmo.

No estande da Editora Geração os livros estavam por metade do preço original, então resolvi comprar dois de lá:

Eu estava de olha nesse livro a tempos, e ele estava a venda por R$19,90 então mesmo não estando TÃO barato, decidi comprar mesmo assim. Queria ter pegado a continuação dele, Centelha, mas esse estava mais caro, e eu não tinha muito dinheiro. O lindo desse livro é que a capa dele é cheia de Glitter *-*

Esse foi o segundo livro que comprei no estande da Editora Geração, já vi várias pessoas falando dele e ele estava por R$ 14,90 então decidi comprar.

Uma coisa bem interessante foram os marcadores, tinha estandes que tinham funcionários distribuindo, outros você só ganhava se comprasse um livro, e tinha uns que ficavam em cima da mesa e se você quisesse você mesmo pegava, o resultado foi esse:

O mais legal foi ver o pessoal de blogs e sites distribuindo marcadores, achei muito legal, quem sabe ano que vem eu faço isso na Bienal do Rio?

No estande da Editora Pandorga vi vários livros que me chamaram a atenção, pode não ser uma editora conhecida, mas tem vários títulos legais, e a grande maioria nacionais! Comprei um livro lá, e coincidentemente o autor estava lá e autografou pra mim!
Paulo vou agradecer novamente pelo carinho, e obrigada pelo autógrafo.

O livro estava a venda no estande da Editora Pandorga por R$29,90, e eu adorei a sinopse, não vejo a hora de ler.

O que eu mais queria na Bienal era tirar foto com os vestidos de A Seleção, então por volta das 14:00 eu fui ver se a fila pra colocar os vestidos havia diminuído e descobri que os era até a 13:00 hrs que as fotos com os vestidos estavam sendo permitidas, fiquei muito decepcionada com a Editora Seguinte por isso.
Você via de tudo lá, gente fazendo cosplay, pessoas com mala de rodinha, e todos com sacolas e bolsas cheias de livros. Na minha opinião, tinha mais gente na Bienal de SP do que na do Rio do ano passado, achei isso curioso.
Foi bacana andar por lá e ver gente sentada no chão, em todo lugar! Não tinha essa de "Não pode sentar aqui" onde tinha lugar vago, tinha gente sentada, com suas mochilas e o lanchinho que traziam de casa (o que eu não fiz e me arrependi)
Acabei indo embora logo depois, aquela multidão estava insuportável, e eu estava morrendo de fome. A comida la na bienal não vale a pena. Então saindo de lá eu fui no Mc Donald's.
Pra ir até a bienal minha vó encarou o trânsito de São Paulo e levou eu e meu namorado Victor até o Anhembi, mas pra ir embora ela decidiu pegar a gente na Estação Saúde do Metrô, onde ela não pegaria trânsito, então eu e o Victor pegamos o transporte gratuito que a bienal disponibilizava.
Os ônibus eram super confortáveis (mas senti falta de um ar condicionado) e saiam de 2 em 2 minutos, o trajeto foi super rápido e nos levou ate a Estação do Metrô Tietê, mas quem quisesse tinha a opção de ônibus até a Barra Funda.
Mesmo passando aperto e ficando irritada com a quantidade de pessoa, foi bem legal e ano que vem espero ir na do rio!
Como foi com vocês?
Beijinhos!

8 comentários:

  1. Maravilhosa sua opinião sobre a Bienal e bem esclarecedor adotei.....estou muito ORGULHOSA de vc.....Te Amo

    ResponderExcluir
  2. Essa questão de preço eu não me iludo.
    A primeira vez que fui saí de l´falida e quando fui ver o preço dos mesmos livros na internet quase desmaiei, na bienal estavam bem mais caros.
    O legal mesmo é o evento, as promoções são poucas.
    Adorei o post! =D
    Beijos

    citacoesdeumleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa aconteceu isso comigo na do rio o ano passado, quis morrer, achei meio desorganizado o evento aqui em sp, mas fazer oq ne?!
      Beijos, Tabatha

      Excluir
  3. Nossa, eu estava lá neste dia e concordo com o que você disse, mal dava pra andar.
    Eu tenho o livro Brilho, presiso de Centelha agora. rsrs

    http://dreams-in-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava um horror esse dia! Coisa de louco andar por la, muita gente sem educação empurrando, infelizmente :/
      Beijos, Tabatha

      Excluir
  4. Oi Tbatha, tudo certo?
    Estou vendo em vários blogs, muitas reclamações, muitas mesmo. Principalmente à respeito do preço e filas, filas para tudo! Tudo bem que tinha muitas pessoas, mas acredito que o respeito e a educação permanecem em qualquer ocasião. Certamente irei em 2016 ou no Rio, porém não quero pegar um dia que tenha um escritor famoso, pois fica cansativo e o escritor mesmo nós nem vemos!
    Adorei sei blog e por sinal já estou seguindo!
    Abraços e que a força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

    ResponderExcluir
  5. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas, reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho, Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  6. Deve ter sido uma experiência fantástica :)
    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir

© FLORETIZAS - FOTOS E TEXTOS FEITOS POR TABATHA CUZZIOL, SENDO PROIBIDO COPIAS.
DESIGNER FEITO POR: MICHAEL VASCONCELOS.
imagem-logo